“É chamada apitoxina o veneno de abelha, quando é extraído dela. Esse produto das abelhas pode amenizar e melhorar problemas como artrite e estudos recentes revelam que é útil no combate a AIDS.”- Rastael Cernohorsky.

Você também vai gostar:
– Saiba como é retirado o veneno de abelha, através do coletor de apitoxina!
O que é Apiterapia? 

A apitoxina

Apitoxina ou Veneno de Abelha tem incriveis propriedades medicinais
Apitoxina ou Veneno de Abelha tem incriveis propriedades medicinais

A apitoxina permanece ativa por um curto período de tempo após ser retirada da glândula de veneno da abelha, o oxigênio e temperatura ambiente a desidratam e a degradam em poucas horas. É um líquido transparente e de reação ácida. Contêm 88% de água e os outros 12% são proteínas, peptídeos, compostos orgânicos voláteis, aminoácidos e aminas, sendo os princípios ativos terapêuticos os peptídeos e as proteínas.

veneno de abelha, no entanto, é visto com certo preconceito e distanciamento. É de se esperar que isso aconteça, pois a maioria das pessoas experimenta esse remédio através de dolorosas picadas de abelha. Nos últimos anos, no entanto, com a crescente aceitação de interesses nas medicinas naturais, o interesse nos valores terapêuticos do veneno das abelhas cresceu.

Estão sendo feitos vários estudos, e comprovações de que esse veneno tenha propriedades curativas e que possa ser utilizado como medicamento para diversos tipos de doenças e problemas. A picada natural da abelha é também utilizado por acupunturistas. É recomendada para doenças como artrites, nevrites, traumas, cicatrizes, tendinite, bursite, inflamações comuns e até no tratamento de esclerose múltipla e alergias. O veneno de abelha (Apis mellifera) é, paradoxalmente, mortal em grandes proporções para um humano, e ao mesmo tempo um ótimo medicamento!

A descoberta da Apitoxina para fins medicinais

O poder de cura propriedades quase “mágicas” da apitoxina foram descobertos pelo médico austríaco Philip Terc no século XIX quando ele foi atacado por abelhas no seu jardim. Depois do acidente, ele percebeu que as dores que tinha nas articulações melhoraram, e possibilitou que os braços e pernas dele ganhassem mais movimentos!

E a poderosa propriedade desse produto das abelhas não acaba por aí, dentro da colmeia esses insetos utilizam a apitoxina para dar ao mel a característica de nunca estragar, adicionando uma minúscula quantidade de veneno antes de fechar com o opérculo cada hexágono do favo de mel.